O Cotidiano da vida dos moradores da Vila Clementino em 1943!

 

Vila Clementino

Olá Pessoal!!!!

Hoje  a publicação traz um depoimento muito bacana de um antigo morador do bairro. Eu li esse depoimento no livro:  Vila Clementino – A História dos bairros de São Paulo, do autor Danilo Agrimani.

Para quem não conhece a Vila Clementino, este bairro localiza-se próximo a Vila Mariana e ao Parque do Ibirapuera.

O autor não identifica o morador, apenas ressalta que ele morou no bairro em 1943. Para quem se interessar, a narração está na página 37 e 38 deste livro.

Este antigo residente da Vila Clementino, conta que na década de 40, embora não haviam luz e calçadas, o bairro era composto por muitas árvores. Acredito, que o ar deveria ser maravilhoso!!!

Nesta época não havia violência. As pessoas caminhavam tranquilamente pela região.

O morador ressalta  que na Vila Clementino havia muita neblina, a ponto de não se enxergar uma pessoa a 200 metros de distância.

As ruas do bairro eram tomadas por charretes, cavaleiros e carroças com burrinhos. Tanto é que, na rua Diogo de Faria, a prefeitura instalou cocheiras.

A noite, deveria ser uma atração à parte, pois o morador relata que o bairro era um breu total. Para se ter ideia, as pessoas não poderiam sair de suas casas sem lamparinas.

Os dias de chuva eram um transtorno… Tudo transformava-se em barro.

Os habitantes da Vila Clementino, nesse período, eram compostos por advogados, professores, comerciantes e funcionários públicos.

No bairro existiam chácaras de portugueses, nos quais se costumava comprar verduras e legumes frescos.

Quanto ao lazer,  point da época, e consequentemente, as paqueras (footing), eram na rua Domingo de Moraes, cujo os programas costumavam ser esticados até Cine Sabará, que hoje está localizado o Supermercado Pastorinho. Outro local bastante frequentado, era o Cine Fénix, este próximo ao Largo da Ana Rosa.

Os trajes para frequentar os cinemas eram chiquérrimos. Os homens desfilavam pela rua Domingo de Moraes, vestindo ternos, gravatas e sapatos engraxados.

Fonte : Site Salas de Cinema. O link do site está disponível no final desta publicação.

 

Fonte: Site Salas de Cinema. Foto de dentro do Cine Sabará. O link do site está disponível no final desta publicação. 

Acho que os lanterinhas deveriam ter muito trabalho nessa época…rsrsrsrs.Olha só o tamanho do cinema.

Aos domingos, os moradores se dividiam entre as partidas de futebol e os espetáculos circenses ( estes situados próximos ao Matadouro, hoje, a atual Cinemateca).

O time de futebol mais famoso do bairro era o Rubens Salles. Pelo que eu entendi, era o Corinthians da Vila Clementino, ou seja, um time fantástico, magnífico, cujo não haviam adversários a altura…rsrsrsrsrs. As partidas do Rubens Salles eram todos os domingos pela manhã, no campo que ficava na Rua Pedro de Toledo, entre as ruas Ottonis e Leandro Dupré.

Fonte: Site Confraria dos Boleiros. O link do site está disponível no final desta publicação.

Ps: Consegui  em minha pesquisa a foto da composição do time de 1959.

Gente, uma tristeza abateu-se sobre o time do Rubens Salles…Vocês acreditam que eles perderam o campo por causa de 1 conto de réis??O dono queria vender o campo por 20 contos, mas o time queria dar 19. Ficaram sem casa, tadinhos!!

Bem, eu amei a narrativa deste morador. “Viajei” no tempo a cada parágrafo lido. Acho que eu gostaria muito de ter vivido nessa época.

Quem ver mais histórias e fotos antigas da Vila Clementino, clique aqui: http://temnopedaco.com.br/category/historia-dos-bairros/

Espero que vocês também tenham curtido.

Beijocas apertadas

Dani

 

Fontes:

Confraria dos Boleiros : Disponível em : http://www.confrariadosboleiros.com.br/agenda-de-jogos/97-vitamina?showall=1

Sala de Cinemahttp://Disponível em: http://salasdecinemadesp2.blogspot.com/2014/09/sabara-sao-paulo-sp.html

As outras fotos foram extraídas de bancos de imagem de domínio público. Servem somente como ilustração.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Descubra algumas curiosidades imperdíveis das estações do metrô de SP na década de 70.

Olá Pessoal!!!

Hoje o post vai abordar algumas curiosidades do Metrô SP – Linha Azul, mais precisamente, das estações Vila Mariana, Santa Cruz e Praça da Árvore que abrangem o nosso pedaço!!!

Eu sou apaixonada por coisas antigas envolvendo o nosso bairro. Por isso, fiz essa pesquisa na internet, com várias fontes, todas devidamente citadas. O intuito foi tentar compreender como surgiram as estações de metrô em nossos bairros.

Achei muita coisa bacana e rica. Tem muitas fotos incríveis. Por isso, quero também dividir com vocês…

A primeira linha de metrô  foi a Azul,  inaugurada em setembro de 1974,  no qual possuia 6,4 km de extensão. Este trecho ligava a estação Jabaquara à estação Vila Mariana . (Fonte: Site Metrô SP)

Metrô SP – Linha Azul

Região da Estação Conceição Ano 1972. Fonte da Foto : Instituto de Engenharia.

Em minha pesquisa, encontrei num site chamado THE URBAN EARTH, uma propaganda do Metrô veiculada em 1972. De acordo a fonte mencionada, o vídeo pertence ao site do Metrô. Achei tão legal, que gostaria compartilhar com vocês…

 

Vejam também o primeiro Bilhete utilizado neste transporte…

Primeiro Bilhete de Metrô. Fonte da Foto : Instagram Página São Paulo City.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Praça da Árvore

A Estação Praça da Árvore foi inaugurada em 14/09/1974. Recebeu este nome, pois no século XIX , o grande bosque que havia no local, acabou sendo extinto, sobrando apenas uma pequena área,  apelidada pelos moradores de Praça da Árvore.

O nome (Praça da Árvore), caiu no gosto popular. Inclusive, inspirou o nome da antiga estação de trem a vapor, localizada nesta região.

Portanto, no século XX, com a implantação do Metrô, a companhia acabou por adotar o mesmo nome da antiga estação de trem. ( Fonte: Site – Blog Curiosidades – Estadão)

Placa das obras do Metrô – Avenida Jabaquara / Próximo a Estação Praça da Arvore em 1969. Fonte da Foto: Site Instituto de Engenharia

Construção da Estação Praça da Arvore 1970. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.

Estação Praça da Árvore. Ano 1974. Fonte da Foto : Blog São Paulo Minhas Memórias.

Estação Praça da Árvore em 1980. Fonte da Foto: Site São Paulo In Foco.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Santa Cruz

A estação Santa Cruz, também foi inaugurada no dia 14/09/1974. Recebeu este nome, devido a proximidade da Rua Santa Cruz. ( Fonte: Blog Engenheiro de Vida).

Tentei pesquisar o motivo do nome da rua ser  Santa Cruz, mas não encontrei fontes. Será que alguém sabe?

Escavação próximo a Rua Pedro de Toledo. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.

Construção da Estação Santa Cruz. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.

Metrô Santa Cruz 1974. Fonte da Foto : Site Pintaret.

Estação Santa Cruz 1976. Fonte da Foto: Blog Memória 721.

Fachada da Estação Santa Cruz 1976. Fonte da Foto: Site Engenharia Maubertec.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Vila Mariana

A Estação Vila Mariana,  foi a última estação inaugurada . Assim como a Estação Praça da Árvore e a Estação Santa Cruz, ficou pronta em 14/09/1974

Chama-se Vila Mariana, devido ao nome do bairro. Em relação a este fato, já abordamos aqui no blog, os acontecimentos históricos que deram origem ao nome deste local. Para quem quiser dar olhadinha, basta clicar aquihttp://temnopedaco.com.br/historia-da-vila-clementino-parte-ii-afinal-por-que-o-nome-de-vila-clementino/

Obras na Estação Vila Mariana em 1969 . Fonte da Foto: Site Diário do Transporte.

Inauguração da Estação Vila Mariana 1974. Fonte da Foto: Portal do Governo de São Paulo.

Eu curti bastante em fazer essa pesquisa!!

Espero que vocês também gostem…

Logo abaixo deixarei para vocês os links referentes a todas as fontes das fotos…

Beijocas apertadas

Dani

LINKS:

Blog São Paulo Minhas Memórias : http://saopaulominhasmemorias.blogspot.com/2012/08/os-cinemas-de-sao-paulo-iv-av-liberdade.html

Blog Memória 721 : http://memoria721.blogspot.com/2013/03/integracao-metro-onibus-em-1976.htm

Instagram São Paulo City : https://www.instagram.com/p/BiCZ9YFlMh5/

Site Diário do Transporte : https://diariodotransporte.com.br/2018/04/22/metro-de-sao-paulo-50-anos-nao-da-para-imaginar-a-regiao-metropolitana-sem-ele

Site Engenharia Maubertec:         https://www.maubertec.com.br/areas-de-atuacao/transporte-urbano/metro/

Site Instituto de Engenharia: www.institutodeengenharia.org.br/site/2011/04/05/curiosidade-imagens-das-primeiras-obras-do-metro-de-sao-paulo/

Site Pintarest: https://br.pinterest.com/acpnpinheiro/metro-sp/ e https://i.pinimg.com/originals/07/7a/22/077a2266c2201ba8891e9f4eb56760b7.jpg

Site Portal do Governo: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/transporte-conheca-o-metro-de-sao-paulo-1/

Site São Paulo In Foco : http://www.saopauloinfoco.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Registro-de-onde-hoje-est%C3%A1-o-Metr%C3%B4-Pra%C3%A7a-da-%C3%81rvore-em-1968..jpg

Site The Urban Earth: https://theurbanearth.wordpress.com

 

Compartilhar

Conheça as 10 relíquias dos anos 80 e 90 localizadas na Vila Clementino!!

Fonte: Foto extraída da internet. Autor desconhecido.

Olá Pessoal, tudo bem??

O post de hoje, vem diretamente do túnel do tempo. Resolvi escrever sobre alguns comércios e serviços importantes na Vila Clementino entre os anos 80 e 90. Pontuei aqueles que eu me recordo. Provavelmente, devem ter muitos outros que não foram mencionados. Mas, vamos lá para os que eu lembrei….

 1)  Cinema Jamour

O Cine Jamour foi inaugurado em 21/11/63, o primeiro filme exibido foi Dois Destinos – Marcelo Mastroianni.

Esse cinema foi o primeiro em que frequentei. Na década de 90, assisti muitos filmes dos Trapalhões, da Xuxa, Goonies, Meu Primeiro Amor, dentre tantos outros que não me recordo agora.

Se não me falhe a memória, esse cinema fechou entre o final dos anos 90 e início dos anos 2000. Se tornou um templo Evangélico, acho que Templo Pedra Viva, mas não estou muito certa. Se alguém tiver a informação exata, posta aqui pra gente!!!!

Fonte : Site São Paulo Minhas Memórias. Disponível em: https://saopaulominhasmemorias.blogspot.com2)  Escola Tia Marisa :

” A Escola Tia Marisa é o nosso segundo lar…

Brincamos e Aprendemos a todos respeitar…

As tias nos ensinam a vida e as lições…

E nos lhes entregamos os nossos corações”

Essa escola meche com o coração daqueles que foram alunos, especialmente, nos anos 80.Era uma escola de educação infantil, que tinha três unidades na Vila Clementino – uma na rua Três de maio, outra na Avenida 11 de junho( posteriormente, essa unidade foi a sede do partido PT) e a última localizada na Rua Arabé.

Sob direção da “tia” Marisa e do Sr Paulo, a escola era um bálsamo que estimulava a criatividade e o lúdico das crianças. Até hoje, passado mais de 30 anos, deixa os corações de muitos ex-alunos apertados de saudades. Fui aluna e só tenho recordações maravilhosas da minha infância. A Tia Marisa era, neste período, a melhor escola do bairro.

Fonte da foto: Grupo Escola Tia Marisa ( Facebook).

3) Terminal de ônibus Santa Cruz:

Esse é do arco da velha…hahahahaha.Muitos terão que fazer um esforço enorme para lembrar.Esse terminal de ônibus ficava exatamente onde hoje é o Shopping Metrô Santa Cruz. Era um terminal enorme, onde saiam várias linhas de ônibus para diferentes bairros da cidade. Lembro-me que ao subirmos as escadas rolantes do metrô, já caíamos no terminal.

Fonte da Foto: Site São Paulo In Foco. Disponível em: http://www.saopauloinfoco.com.br/tag/metro-nos-anos-80/

4) Esfira Chic:

Localizava-se R Luís Góis, 985 . Hoje, neste endereço, está instalado o Confraria da Vila Mariana. Não me recordo exatamente quando a Esfira Chic fechou. Lembro-me que nos anos 90 comi muita esfira, kibe e tomei muito sorvete nesse local…rsrsrsrs .Essa esfiraria vivia lotada, com direito a muitos minutos de espera para conseguir uma mesa. Foi um marco do bairro. Eu, ex- aluna do Colégio Rosário, costumava ao almoçar neste local quando eu tinha atividades na escola no período da tarde.

Fonte do Logo: Extraído da Internet

 

5) Festa Junina do Colégio Rosário :

Nos anos 80 e 90 era considerada uma das melhores festas juninas da região. As festas do Colégio N.S do Rosário eram lindas. Atraiam muitos moradores do bairro e da região. Como aluna da escola neste período, me lembro com carinho, quando era dada aos alunos, a responsabilidade de enfeitar as barraquinhas. Recordo que a festa era realizada sempre aos sábados, por isso, na sexta-feira no período da tarde, todos os alunos de cada classe ficavam na escola preparando as barracas. Isso valia nota para a atividade de educação artística. Havia também, uma espécie de concurso no qual a barraca de cada série era escolhida como a mais bonita.

Nesta festa, existiam outras atrações, tais como: o correio elegante, a cadeia,  as quadrilhas (ensaiadas nas aulas de educação física). Lembro-me que a  Dança do ultimo ano do ensino médio, na época 3º Colegial, eram as mais aguardadas, porque geralmente, apresentavam algum elemento surpresa bem bacana e criativo nas coreografias … Bons tempos!!!

6) Doceria Solar:

Era uma doceria concorrente da Marrom Glacê. Ela ficava na Rua Luis Goes, 1114. Essa doceria fechou no final dos anos 90.

7) Hortifruti Clementino:

Nos anos 80, onde foi instalado o Hortifruti Clementino, funcionava uma tapeçaria. O hortifruti foi inaugurado nos anos 90. Ele era conhecido pelos moradores como Sacolão… Quem não se recorda de ter comido pastel neste local? Acredito que deva ter fechado em meados dos anos 2000. Hoje, funciona o Supermercado Santa Gemma.

8) Panificadora Amarante:

Essa Panificadora estava no Bairro desde o final da década de 40. Em 2004 fechou as suas portas. Comprava muito sorvete e comi muita pizza neste local!!

Fonte: Site Kekanto. Autor: Fernando A. Disponível em: https://kekanto.com.br/biz/panificadora-amarante

9) Instituto de Cultura Física Adriano Delaunay( Academia Delaunay)

Situada na Rua Lenadro Dupret ,  1029 essa academia era famosíssima no bairro. Possuía uma das maiores piscina da região. Acho que só perdia para a Escola de Natação Toshio. Acredito que todos  os que frequentaram e aprenderam a nadar na Delaunay, recordam-se com carinho do Tio João. Eu lembro que eu levei muita bronca dele…hahahahahhaha. Tinha também o professor Fausto, Sergio, Eliane…etc. Lembro-me também da Cantina, quase ao lado da piscina. A Delaunay  deixou muita gente com saudades. Não me recordo exatamente quando ela fechou, arriscando, acho que foi entre o ano de 2005 à 2008, mas não tenho certeza. Se alguém souber, escreve aqui para a gente.

10) Panificadora Sagres :

Embora ela tenha surgido bem antes dos anos 80, o meu “relacionamento” com este local se inicia nessa época em que vim morar no bairro. Essa padaria quando encerrou as atividades, causou uma espécie de comoção no bairro. Até hoje nos deixou órfãos. Quando eu ouvi que a Sagres iria fechar, pensei que fosse boato. A Sagre era uma espécie de referência do bairro. Acho, praticamente impossível, qualquer morador da Vila Clementino, nunca ter entrado na Sagres.

A Sagres era a padaria da família.O Sr Cabral, com aquela simpatia peculiar, sempre nos recebia gentilmente e nos oferecia algo para degustar. Luto eterno pelo fim das atividades da Sagres.

Fonte da Foto: Site Kekanto.

Gente, provavelmente, neste período entre os anos 80 e 90, outras relíquias do bairro devem ter existido. Se vocês quiserem me ajudar, apontando outros locais importantes na Vila Clementino, entre essas décadas, escreva para mim… Vou tentar pesquisar para matarmos as saudades.

Ah, se alguém também tiver fotos desses locais que citei, ou outros que foram importantes para o nosso bairro, se quiserem compartilhar com o Blog, pode enviá-las por email. Lembrando que darei os créditos para quem me encaminhá-las.

Hoje a publicação foi longa, mas acho que valeu a pena!!!Afinal, é muito bom recordar de coisas boas!!!

Beijocas apertadas

Dani

 

Compartilhar

Curiosidades do Bairro Vila Clementino/ Vila Mariana : Rua Pedro de Toledo

Olá Pessoal!!

Hoje trouxe para vocês mais uma curiosidade de nosso bairro .Vou abordar aspectos históricos da Rua Pedro de Toledo. Baseei a minha pesquisa em uma matéria da Folha de São Paulo, cujo o título é : “Rua Pedro de Toledo, na Vila Mariana, abrigou elite nos anos 1930″. 

Fonte :http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/morar/2018/02/1957966-rua-pedro-de-toledo-na-vila-mariana-abrigou-elite-de-sp-nos-anos-1930.shtml

Conforme o relato  da matéria referida, a abertura da Rua Pedro de Toledo ocorreu entre 1887 e 1890. Neste período, esse local era apenas uma passagem de terra.

A origem do nome, Pedro de Toledo, teria sido uma homenagem ao paulista Pedro Manoel de Toledo, nascido em 1860, advogado ,ministro da agricultura no governo de Marechal Hermes (1910 -1914) e governador de São Paulo e( 1932), deposto por apoiar a Revolução Constitucionalista.

Fonte: Museu Maçônico Paranaense. Acesse:http://www.museumaconicoparanaense.com/MMPRaiz/AcademiaPML/Patro-37.htm

A reportagem ressalta também, que durante os anos 30, os moradores desta rua pertenciam a elite paulistana e moravam em palacetes. Não encontrei fotos desses palacetes.

As crianças eram matriculadas no Colégio Marista Arquideocesano, hoje, apelidado carinhosamente de Arqui. Pois bem, esse colégio tradicional e famoso em São Paulo,  foi inaugurado em 1935  e está localizado na Rua Domingos de Morais. É importante mencionar, que por meio de um ato da prefeitura, a interligação entre as ruas (Pedro de Toledo e Domingos de Moraes) ocorreu no mesmo ano da fundação da escola . Na época, o Colégio Marista foi considerado um grande presente para a capital paulista.

Fonte: Sampa Histórica. Acesso : https://sampahistorica.wordpress.com/2015/07/06/colegio-arquidiocesano-1939/

Ainda,  segundo o site da Folha de SP, até meados dos anos 60, o Marista Arquideocesano era um internato voltado para formar homens valiosos e bons cidadãos.

Rua Pedro de Toledo, vista para o Colégio Arquideocesano. Década de 40.

Fonte: Site Folha de São Paulo

Colégio Marista Arquideocesano – décadas de 40 e 50 

Fonte: http://scontent.fssz2-1.fna.fbcdn.net

Nos dias atuais, a rua Pedro de Toledo possui 2,4 km e sua via se liga ao Parque do Ibirapuera e a importantes avenidas, como a Av. Ibirapuera e a 23 de maio.

Rua Pedro de Toledo

Fonte: Site Folha de São Paulo.

Bem, espero que tenham gostado.

Beijocas apertadas

Dani.

 

 

Compartilhar

Curiosidades das Ruas da Vila Clementino!!!

Olá Pessoal!!!

               Conforme prometi na semana passada, hoje o post vai tratar sobre algumas curiosidades referentes às ruas da Vila Clementino.

               Estou lendo o livro: Vila Clementino – Histórias dos Bairros de São  Paulo, escrito por Danilo Agrimani. O autor, além de  narrar sobre a formação do bairro, conta com depoimentos de antigos moradores e ressalta sobre algumas curiosidades dessa deliciosa localidade.

               Dentre as curiosidades,  Danili Agrimani aponta como eram os nomes de algumas ruas, em meados de 1897, e hoje tão conhecidas por nós.

 A Rua Ribeirão Preto-  hoje é a Rua Gandavo

A Rua do Tanque-  hoje Rua Estado de Israel

A Rua Luis Coelho-  hoje é a Ottonis

A Rua do Gado-  hoje é a Diogo de Faria

               A Rua José Rebouças hoje é a Rua Marselhesa – Porém,  aqui o autor  faz uma ressalva, pois por um equivoco técnico, a rua José Rebouças está situada no mapa de 1897, entre as paralelas – Napoleão de Barros e Botucatu.Este fato levou ao autor afirmar que essa rua foi colocada no mapa em local errado, pois entre a Napoleão de Barros e a Botucatu não há outra rua paralela. Portanto, o autor menciona que o local exato, em que a antiga rua José Rebouças está inserida, fica   entre as ruas Botucatu e Coronel Lisboa. Assim, Agrimani concluiu que a antiga  José Rebouças atualmente é a Rua Marselhesa.

Bacana, né??

               Se alguém souber de mais alguma curiosidade, posta aqui para a gente.

               Beijocas apertadas!!!

               Dani

Compartilhar

História da Vila Clementino Parte II – Afinal, por que o nome de Vila Clementino?

Olá leitores!!!

       Hoje, conforme eu havia prometido, estou publicando a segunda parte da história de nosso amado bairro da Vila Clementino!!! Boa Leitura a todos!!

         O Matadouro Municipal da cidade estava localizado no centro e era o grande responsável em poluir o rio Anhangabaú, despejando restos de animais e sangue. Consequentemente, houve-se a necessidade de transferi-lo.

      Sabem qual foi novo local escolhido para abrigá-lo?  A Vila Clementino!!

      Optou-se por essa região,  justamente porque era mais distante do centro. Vale lembrar que na época, esta localidade ainda não recebia o nome Vila Clementino.Isso ocorreu posteriormente, cujo trataremos deste assunto mais adiante.

Diferente da maioria dos bairros, que se formaram em torno das igrejas, a Vila Clementino constituiu-se ao redor do novo Matadouro Municipal, inaugurado em 05 de janeiro de 1887.

            O responsável pela obra, foi o engenheiro alemão Alberto Kuhlmann. O engenheiro construiu também uma estrada de ferro, que servia para transporte de animais, e a batizou  com o mesmo nome de sua mulher, Mariana.

       O Matadouro foi fundamental para o povoamento e desenvolvimento da região, onde instalaram-se as oficinas de ferro Carril ( situada na rua Domingos de Moraes) e a fábrica de fósforos.

               Entretanto, não foi somente a  estrada de ferro recebeu o nome de Mariana, mas,  a vila que se formou ao redor do matadouro, também foi  atribuído o nome de Mariana, escolhido pela própria mulher do engenheiro alemão.

Matadouro Municipal

Fontehttp://historiadesaopaulo.blogspot.com.br/2012/11/rua-doutor-alvaro-alvim.html

Engenheiro Alberto Kuhlmann 

Fonte : http://www.marcoaurelioasilva.com.br/vana24.html

Oficina de Ferro Carril

Fonte: http://www.marcoaurelioasilva.com.br/antigas28.html

          Já em 1891, o empreiteiro de estrada de ferro, José Antônio Coelho, comprou parte das terras da Vila Mariana. Este lote era conhecido como Chárara Boa Vista.

            José Antônio Coelho batizou os lotes adquiridos de Vila Clementino, como forma de homenagear Clementino de Sousa e Castro pelas suas obras e benfeitorias realizadas em São Paulo, na época em que foi Presidente da Câmara de Intendências do município .

            Mas, correm outras versões sobre a origem do nome Vila Clementino. Segundo o site in foco, Clementino de Sousa e Castro ainda quando ocupava o cargo de  presidente do Conselho Municipal de Intendências , atendeu ao pedido de reajuste salarial, feito pelos empregados do Matadouro, concedendo a eles 15% de aumento.Posteriormente, como forma de agradecimento aos seus feitos e suas obras, conta-se que os empregados mobilizaram-se e solicitaram que a região passasse a ser denominada de Vila Clementino.

            Achei interessante a história referente ao processo que deu origem  ao nome do bairro. Se você souber de algum outro acontecimento,  posta nos comentários e ajude-nos a desvendar os fatos que circundam esse maravilhoso local para se viver. Ah!! Só não esqueça de citar a fonte, ok??

            Na próxima semana vou contar sobre algumas curiosidades referentes aos nomes das ruas da Vila Clementino. Não deixem de acessar!!!

            Beijocas apertadas!!!

Fonte citada: São Paulo in Foco  http://www.saopauloinfoco.com.br/tag/historia-da-vila-clementino/

Compartilhar

Vila Clementino – Parte 1

A história da Vila Clementino tem estreita ligação com este senhor da foto ao lado – Clementino de Sousa e Castro.

Clementino nasceu  em  São Paulo ,no dia  04 de janeiro de 1846. Era membro de uma familia pertencente a elite paulistana, composta pelo Sr.Bento Joaquim de Sousa e Castro , pela Sra Henriqueta Viana Pereira de Lima (pais de Clementino) e também pelos seus oito irmãos.

Formou-se em direito pelo Largo São Francisco em 1876.

Fonte da figura:   https://pt.wikipedia.org/wiki/Clementino_de_Sousa_e_Castro

O lado interessante dessa história, é que embora Clementino viesse de uma família rica, tanto ele, como  o seu irmão, Antônio Bento, consideravam-se republicanos e abolicionistas. Era comum vê-los auxiliando escravos fujitivos e ajudá-los financeiramente.

Clementino escrevia artigos republicanos para o jornal Correio Paulistano. Com isso, seu prestigio e popularidade aumentaram, ao passo que,  os seus escritos começaram a incomodar D.Pedro II. Não demorou muito e o imperador resolveu afastá-lo de São Paulo ,nomeando-o Promotor Público de Bragança Paulista. No entanto, em 1880, ele decide voltar para a capital e exercer o cargo de juiz substituto. Também ficou responsável pelas Varas de Orfãos e Criminais.

Por volta de 1890, Clementino é nomeado presidente do Conselho Municipal de Intendencias de São Paulo, um cargo semelhante ao que hoje conhecemos por prefeito. Ocupou este cargo por  1 ano e 11 meses(12 de janeiro de 1890 à 12 de dezembro de 1891).

Entre as contribuições de Clementino , destaca-se a  execução da Lei Saraiva( primeira reforma eleitoral, no qual consistia na adoção do Título de eleitor,  restrição de voto aos analfabetos e votação direta para senadores, deputados, vereadores e juizes de paz).

Clementino foi um homem respeitado e admirado em São Paulo.Entre os seus feitos estão também o crescimento urbano, com a expansão de avenidas , ruas e a incorporação de bairros como: Campos Elísios, Santa Cecília, Consolação,Pari, Bras, Mooca, Liberdade , Vila Mariana e Chacara Bela Cintra,neste último, foi realizado uma grande obra de ampliação . Hoje essa obra é o que  conhecemos por Avenida Paulista.

Na próxima semana, abordaremos a origem do nome dado ao bairro da Vila Clementino. Não deixem de acessar!!!

Beijocas apertadas!!

Dani

Fonte das Pesquisas:

Site São Paulo in Foco:http://www.saopauloinfoco.com.br/classe-de-um-apaixonado-por-sao-paulo-vida-de-clementino-de-sousa-e-castro/ http://identidadesp.com.br/vila-clementino/ http://www1.folha.uol.com.br/fsp/imoveis/ci27099806.htm

Identidade SP: http://identidadesp.com.br/vila-clementino/

Folha de São Paulo – Por dentro da Vila Mariana : http://www1.folha.uol.com.br/fsp/imoveis/ci27099806.htm

Compartilhar