Descubra algumas curiosidades imperdíveis das estações do metrô de SP na década de 70.

Olá Pessoal!!!

Hoje o post vai abordar algumas curiosidades do Metrô SP – Linha Azul, mais precisamente, das estações Vila Mariana, Santa Cruz e Praça da Árvore que abrangem o nosso pedaço!!!

Eu sou apaixonada por coisas antigas envolvendo o nosso bairro. Por isso, fiz essa pesquisa na internet, com várias fontes, todas devidamente citadas. O intuito foi tentar compreender como surgiram as estações de metrô em nossos bairros.

Achei muita coisa bacana e rica. Tem muitas fotos incríveis. Por isso, quero também dividir com vocês…

A primeira linha de metrô  foi a Azul,  inaugurada em setembro de 1974,  no qual possuia 6,4 km de extensão. Este trecho ligava a estação Jabaquara à estação Vila Mariana . (Fonte: Site Metrô SP)

Metrô SP – Linha Azul

Região da Estação Conceição Ano 1972. Fonte da Foto : Instituto de Engenharia.

Em minha pesquisa, encontrei num site chamado THE URBAN EARTH, uma propaganda do Metrô veiculada em 1972. De acordo a fonte mencionada, o vídeo pertence ao site do Metrô. Achei tão legal, que gostaria compartilhar com vocês…

 

Vejam também o primeiro Bilhete utilizado neste transporte…

Primeiro Bilhete de Metrô. Fonte da Foto : Instagram Página São Paulo City.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Praça da Árvore

A Estação Praça da Árvore foi inaugurada em 14/09/1974. Recebeu este nome, pois no século XIX , o grande bosque que havia no local, acabou sendo extinto, sobrando apenas uma pequena área,  apelidada pelos moradores de Praça da Árvore.

O nome (Praça da Árvore), caiu no gosto popular. Inclusive, inspirou o nome da antiga estação de trem a vapor, localizada nesta região.

Portanto, no século XX, com a implantação do Metrô, a companhia acabou por adotar o mesmo nome da antiga estação de trem. ( Fonte: Site – Blog Curiosidades – Estadão)

Placa das obras do Metrô – Avenida Jabaquara / Próximo a Estação Praça da Arvore em 1969. Fonte da Foto: Site Instituto de Engenharia
Construção da Estação Praça da Arvore 1970. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.
Estação Praça da Árvore. Ano 1974. Fonte da Foto : Blog São Paulo Minhas Memórias.
Estação Praça da Árvore em 1980. Fonte da Foto: Site São Paulo In Foco.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Santa Cruz

A estação Santa Cruz, também foi inaugurada no dia 14/09/1974. Recebeu este nome, devido a proximidade da Rua Santa Cruz. ( Fonte: Blog Engenheiro de Vida).

Tentei pesquisar o motivo do nome da rua ser  Santa Cruz, mas não encontrei fontes. Será que alguém sabe?

Escavação próximo a Rua Pedro de Toledo. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.
Construção da Estação Santa Cruz. Fonte da Foto: Site The Urban Earth.
Metrô Santa Cruz 1974. Fonte da Foto : Site Pintaret.
Estação Santa Cruz 1976. Fonte da Foto: Blog Memória 721.
Fachada da Estação Santa Cruz 1976. Fonte da Foto: Site Engenharia Maubertec.

Metrô SP – Linha Azul: Estação Vila Mariana

A Estação Vila Mariana,  foi a última estação inaugurada . Assim como a Estação Praça da Árvore e a Estação Santa Cruz, ficou pronta em 14/09/1974

Chama-se Vila Mariana, devido ao nome do bairro. Em relação a este fato, já abordamos aqui no blog, os acontecimentos históricos que deram origem ao nome deste local. Para quem quiser dar olhadinha, basta clicar aquihttp://temnopedaco.com.br/historia-da-vila-clementino-parte-ii-afinal-por-que-o-nome-de-vila-clementino/

Obras na Estação Vila Mariana em 1969 . Fonte da Foto: Site Diário do Transporte.
Inauguração da Estação Vila Mariana 1974. Fonte da Foto: Portal do Governo de São Paulo.

Eu curti bastante em fazer essa pesquisa!!

Espero que vocês também gostem…

Logo abaixo deixarei para vocês os links referentes a todas as fontes das fotos…

Beijocas apertadas

Dani

LINKS:

Blog São Paulo Minhas Memórias : http://saopaulominhasmemorias.blogspot.com/2012/08/os-cinemas-de-sao-paulo-iv-av-liberdade.html

Blog Memória 721 : http://memoria721.blogspot.com/2013/03/integracao-metro-onibus-em-1976.htm

Instagram São Paulo City : https://www.instagram.com/p/BiCZ9YFlMh5/

Site Diário do Transporte : https://diariodotransporte.com.br/2018/04/22/metro-de-sao-paulo-50-anos-nao-da-para-imaginar-a-regiao-metropolitana-sem-ele

Site Engenharia Maubertec:         https://www.maubertec.com.br/areas-de-atuacao/transporte-urbano/metro/

Site Instituto de Engenharia: www.institutodeengenharia.org.br/site/2011/04/05/curiosidade-imagens-das-primeiras-obras-do-metro-de-sao-paulo/

Site Pintarest: https://br.pinterest.com/acpnpinheiro/metro-sp/ e https://i.pinimg.com/originals/07/7a/22/077a2266c2201ba8891e9f4eb56760b7.jpg

Site Portal do Governo: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/transporte-conheca-o-metro-de-sao-paulo-1/

Site São Paulo In Foco : http://www.saopauloinfoco.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Registro-de-onde-hoje-est%C3%A1-o-Metr%C3%B4-Pra%C3%A7a-da-%C3%81rvore-em-1968..jpg

Site The Urban Earth: https://theurbanearth.wordpress.com

 

Compartilhar

Mirandópolis, a origem do bairro das águas de fonte límpidas e termais.

Mirandópolis

Olá Pessoal!!!

Hoje é a vez de abordarmos curiosidades sobre o bairro de Mirandópolis. Esse bairro gostoso e arborizado, cujo localiza-se próximo ao Metrô Praça da Árvore.

Confesso que tive uma certa dificuldade para achar conteúdos bibliográficos que abordassem sobre os aspectos históricos de Mirandópolis.

Todavia, encontrei  coisas bacanas no livro – Bairros Paulistanos de A a Z: Pequeno Dicionário Histórico e Amoroso, do autor Levino Ponciano ,e também, na narrativa de antigos moradores descritas no site São Paulo Minha Cidade.

Conforme o livro, os primeiros registros históricos do bairro de Mirandópolis, são oriundos do final do séc XIX. Afirma-se que este local era conhecido como Chácara Fontes da Saúde, devido a existência de fontes de águas termais.

Fonte da Foto: Site Pixabay

No site São Paulo Minha Cidade, o Sr Jorge Luiz, antigo morador de Mirandópolis, relatou que esta chácara situava-se, no entorno onde hoje está localizado Colégio Rui Bloe.

Fonte da Foto: Blog do Cury

Esse antigo morador descreve  as seguintes característica das águas que poderiam ser encontradas na chácara:

“(…)muitas minas de águas límpidas onde era possível beber direto nas lagoas, de tão pura que era a água. Nestas lagoinhas era possível encontrar muitos peixes ornamentais “Lebiste”, que eu pegava para colocar no aquário que tinha em casa.”

Fonte da Foto: Site Pixabay

Voltando para o livro de Ponciano, este autor afirma que o dono do bairro de Mirandópolis, era o Sr Antônio de Oliveira Ramos, que devido as suas dívidas, acabou perdendo a propriedade para o Sr Canavali Sobrinho, isto em meados de 1915.

Em 1943, o bairro ainda passava por um lento processo de desenvolvimento, entretanto, as terras foram vendidas para a Sociedade Paulista de Terrenos.

Já em 1951, Mirandópolis começava a dar os primeiros passos de desenvolvimento,  e por isso, acabou despertando o interesse na empresa Sepsa S.A , que arrendou os lotes de terra. Os terrenos eram compostos por grandes árvores e muitas flores.

Fonte da Foto: Site Pixabay
Fonte da Foto: Site Pixabay

No livro, não há menção sobre qual era o ramo desta  empresa. Encontrei no Wikipédia, que Sepsa era o nome de uma Companhia italiana ligada ao transporte ferroviário em Napoli.

Porém, não posso afirmar que esta seja a mesma que comprou os lotes de terra em Mirandópolis. Se alguém souber sobre as atividades da Sepsa S.A , por favor, mencionem nos comentários…

Continuando  a nossa história, com o desenvolvimento e crescimento da população do bairro, a igreja católica construiu uma pequena capela para homenagear Santa Rita de Cássia. Em 1960 foi construída a igreja que boa parte dos moradores conhecem e frequentam.

Fonte: Foto extraída da internet.

Deparei-me (no site citado) com a lembrança de outra moradora antiga, a Sra Eliana, cujo menciona a existência de um importante riacho que servia de brincadeira para as crianças, isso por volta dos anos 60.

Fonte da Foto : Site Pixabay

E ainda, conforme afirmação da moradora, se esse riacho ainda existisse,ele estaria localizado na Rua José Maria Witaker, próximo ao Mc Donald’s.

Outro fato citado por essa moradora é a canalização do riacho pelas autoridades paulistanas e o  tempo para a conclusão da obra, aproximadamente, 10 anos.

A Sra Eliana narra também que as ruas de Mirandópolis começaram a ser pavimentadas somente na década de 70.

Fonte da Foto: Site Pixabay

Bem, pessoal, se alguém  tiver alguma imagem antiga e souber de mais aspectos históricos, compartilhem conosco!!

Beijocas apertadas

Dani.

Sites Citados:

Blog do Cury:

http://www.blogdocury.com.br/internauta-questiona-se-os-colegios-estaduais-sao-pasiveis-de-punicoes-por-causa-de-calcadas-esburacadas/

Blog São Paulo Minha Cidade:

http://www.saopaulominhacidade.com.br/historia/ver/5581/Mirandopolis%253A%2Blembrancas

http://www.saopaulominhacidade.com.br/historia/ver/5365/Mirandopolis%2Bmeu%2Bamor

 

 

 

Compartilhar